O gênero narrativo

LITERATURA

O GÊNERO NARRATIVO

 

Constituem elementos essenciais da narrativa:

 

1. Narrador

Quem conta a história.

Atenção: não confunda o narrador com o autor da história. O autor é um escritor, com uma biografia civil, um ser humano como qualquer outro de nós, cujo ofício é contar histórias. O narrador é o contador da história, um ser ficcional a quem o autor transfere a tarefa de contar determinada história. Um mesmo escritor pode construir diferentes narradores, um para cada historia que deseja contar.

Há textos narrativos quase totalmente ou totalmente dialogados. Nesse caso, a figura do narrador participa pouco ou fica subentendida. Pelos diálogos, nós, leitores, montamos a narrativa em nossa mente. Textos narrativos desse tipo aproximam-se do gênero dramático.

 

2. Foco narrativo

O narrador pode optar pela primeira pessoa (nesse caso é uma personagem que participa da narrativa ou a personagem central, que conta sua própria história) ou pela terceira pessoa (alguém que observa os fatos e está fora da história).

 

3. Enredo

É o conjunto encadeado de fatos, organizado de acordo com a vontade do escritor.

Todo enredo supõe um conflito.

É importante lembrar que fatos sempre ocorrem numa seqüência: começo, meio, fim. No entanto, o escritor pode alterar essa ordem, começando a contar pelo meio ou pelo fim, dependendo do efeito que pretende alcançar.

 

4. Personagens

São seres ficcionais que vivem os fatos. Lembre-se: qualquer tipo de ser – gente, bicho, criaturas inanimadas – pode ser personagem de uma narrativa.

 

5. Espaço

É o lugar onde acontecem os fatos narrados. Em algumas narrativas o espaço não é mencionado, pois não tem importância fundamental. Em outros casos, o espaço é muito importante e o escritor dedica a ele extensos trechos da obra.

 

6. Tempo

É o momento em que ocorrem os fatos narrados. O tempo pode ser cronológico ou psicológico.

 

7. Clímax

É o momento de tensão máxima da história, o momento decisivo.

Há narrativas contemporâneas em que o clímax fica diluído, sendo difícil localiza-lo com precisão.

 

8. Espécies do gênero narrativo

A narrativa pode pertencer a uma das seguintes espécies: conto, novela, romance, epopéia e crônica. Esta última, na verdade, é uma espécie intermediária entre a literatura e o jornalismo; nela, o escritor registra suas impressões diante de fatos do cotidiano.

Entre as narrativas que utilizam ao mesmo tempo a linguagem verbal e a não-verbal, é importante citar as histórias em quadrinhos.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: